quarta-feira, 30 de junho de 2010

terça-feira, 29 de junho de 2010

Lula, o "analfabeto" ...


Recebi de um amigo esta maravilha de mail, que não resisto a não publicar.

PUBLICADO NO "THE ECONOMIST"

Vejam o que The Economist publicou !

Situação do Brasil antes e depois.
Itens
Nos tempos de FHC
(Fernando H Cardoso) • Nos tempos de LULA
•Risco Brasil • 2.700 pontos • 200 pontos
•Salário Mínimo • 78 dólares • 210 dólares
•Dólar • Rs$ 3,00 • Rs$ 1,78
•Dívida FMI • Não mexeu • Pagou
•Indústria naval • Não mexeu • Reconstruiu
•Universidades Federais Novas • Nenhuma • 10
•Extensões Universitárias • Nenhuma • 45
•Escolas Técnicas • Nenhuma • 214
•Reservas do Tesouro • 185 Bilhões de Dólares Neg • 160 Bilhões de Dólares Positivos
•Créditos para o povo/PIB • 14% • 34%
•Estradas de Ferro •Nenhuma • 3 em andamento
•Estradas Rodoviárias • 90% danificadas • 70% recuperadas
•Industria Automobilística • Em baixa, 20% • Em alta, 30%
•Crises internacionais • 4, arrasando o país • Nenhuma, pelas reservas acumuladas
•Cambio • Fixo, estourando o Tesouro Nac • Flutuante: com ligeiras intervenções do Banco Central
•Taxas de Juros SELIC • 27% • 11%
•Mobilidade Social • 2 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza •23 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza
•Empregos • 780 mil • 11 milhões
•Investimentos em infraestrutura • Nenhum • 504 Bilhões de reais previstos até 2010
•Mercado internacional • Brasil sem crédito • Brasil reconhecido como investment grade

É pouco ou quer mais ?

•FHC, o farol, o sociólogo, entende tanto de sociologia quanto o governador de São Paulo José Serra entende de economia. Lula, que não entende de sociologia, levou 32 milhões de miseráveis e pobres à condição de consumidores; que não entende de economia, pagou as contas de FHC, zerou a dívida com o FMI e ainda empresta algum aos ricos.

Lula, o "analfabeto", que não entende de educação, criou mais escolas e universidades que seus antecessores juntos, e ainda criou o PRÓ-UNI, que leva o filho do pobre à universidade.
Lula, que não entende de finanças nem de contas públicas, elevou o salário mínimo de 64 para mais de 200 dólares e não quebrou a previdência como queria FHC.
Lula, que não entende de psicologia, levantou o moral da nação e disse que o Brasil está melhor que o mundo.
Embora o PIG - Partido da Imprensa Golpista, que entende de tudo, diga que não.
Lula, que não entende de engenharia, nem de mecânica, nem de nada, reabilitou o Proálcool, acreditou no biodiesel e levou o país à liderança mundial de combustíveis renováveis.
Lula, que não entende de política, mudou os paradigmas mundiais e colocou o Brasil na liderança dos países emergentes, passou a ser respeitado e enterrou o G-8.
Lula, que não entende de política externa nem de conciliação, pois foi sindicalista brucutu, mandou às favas a ALCA, olhou para os parceiros do sul, especialmente para os vizinhos da América Latina, onde exerce liderança absoluta sem ser imperialista.. Tem fácil trânsito junto a Chaves, Fidel, Obama, Evo etc. Bobo que é, cedeu a tudo e a todos .
Lula, que não entende de mulher nem de negro,
colocou o primeiro negro no Supremo (desmoralizado por brancos), uma mulher no cargo de primeira ministra, e pode fazê-la sua sucessora.
Lula, que não entende de etiqueta, sentou - se ao lado da rainha e afrontou nossa fidalguia branca de lentes azuis.
Lula, que não entende de desenvolvimento, nunca ouviu falar de Keynes, criou o PAC, antes mesmo que o mundo inteiro dissesse que é hora de o Estado investir, e hoje o PAC é um amortecedor da crise.
Lula, que não entende de crise, mandou baixar o IPI e levou a indústria automobilística a bater recorde no trimestre.
Lula, que não entende de português nem de outra língua, tem fluência entre os líderes mundiais, é respeitado e citado entre as pessoas mais poderosas e influentes no mundo atual.
Lula, que não entende de respeito a seus pares, pois é um brucutu, já tinha empatia e relação dire C ta com Bush - notada até pela imprensa americana - e agora tem a mesma empatia com Obama.
Lula, que não entende nada de sindicato, pois era apenas um agitador, é amigo do tal John Sweeny e entra na Casa Branca com credencial de negociador, lá, nos "States".
Lula, que não entende de geografia, pois não sabe interpretar um mapa, é ator da mudança geopolítica das Américas.
Lula, que não entende nada de diplomacia internacional, pois nunca estará preparado, age com sabedoria em todas as frentes e se torna interlocutor universal.
Lula, que não entende nada de história, pois é apenas um locutor de bravatas, faz história e será lembrado por um grande legado, dentro e fora do Brasil.
Lula, que não entende nada de conflitos armados nem de guerra, pois é um pacifista ingênuo, já é cotado pelos palestinos para dialogar com Israel.
Lula, que não entende nada de nada, é melhor que todos os outros.
Alem de receber o premio de estadista GLOBAL

Pense, o que este homem faria, se entendesse de alguma coisa ???

Que tal se enumerássemos os "feitos" do Sócrates ???

Retirando as "trapalhadas", mas não as mentiras, ficaria um belo currículo !!!

sábado, 26 de junho de 2010

Parabéns ao "O LAR DO COMÉRCIO"...


Celebrámos hoje o 74º Aniversário.

74 Anos ao serviço do apoio social !

Instituição é responsável pela gestão do dia-a-dia de mais de 1.000 pessoas, entre utentes e funcionários.
O Lar do Comércio é uma das mais emblemáticas instituições de solidariedade social.
Nascido em 1936, foi criado por comerciantes para servir a classe. A IPSS começou o seu trabalho na rua dos Bragas onde albergava seis idosos. Foi em 1951 que o Lar se mudou para a Quinta do Catassol, que se mantém até hoje como a sua actual morada.

Sinto-me honrado por poder usar na lapela o emblema de prata da Instituição.


quinta-feira, 24 de junho de 2010

Noite de S. João no Porto


Começava-se com as sardinhas ...

... as saudações a conhecidos e desconhecidos ...

... com o alho porro.

A noite era de festa, sem o barulho infernal dos ...

... que vieram desvirtuar a festa.

Crianças, jovens e velhos, sem distinção de classes, enchiam as ruas da "baixa". O "centro" eram as Fontaínhas.
A noite só terminava quando já o Sol aparecia.

Hoje o S. João estende-se pela cidade e vai até ao rio.


No ar ... balões e fogo de artifício.

S. João era maroto
Só com brincadeiras andava
E segundo diz a lenda
Também das moças gostava

No dia de S. João
Vamos todos cantar
Brincar com um balão
Até ele rebentar

S. João, S. João eu te peço,
que me ajudes nesta andança!
Que eu sei, não a mereço...
Porém tenho ainda esperança!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Meia dúzia + 1 = a 7 !!!



Ninguém estaria à espera de um resultado assim.
7-0 é uma vitória histórica.
Até o Ronaldo marcou o seu golito para quebrar o enguiço !
O meio campo foi decisivo para assegurar a goleada e o Ronaldo jogou para a equipa e não só para ele.
Parabéns, rapazes.

Os 7 Golos.

domingo, 20 de junho de 2010

O Homem Sonha e a Obra Nasce



Inaugurado no dia 19 de Junho de 2010, pela Senhora Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação, Drª. Idália Moniz, a Meda tem um novo Lar.

A benção esteve a cargo de sua Exª. Reverendíssima D. Jacinto Botelho, Bispo de Lamego.

PARABÉNS à SANTA CASA DA MISERICÓRDIA.

























quinta-feira, 17 de junho de 2010

Rir faz bem ...

Mas o pior são os "fardos" que temos que sustentar.


video


video

terça-feira, 15 de junho de 2010

domingo, 13 de junho de 2010

Sócrates mentiu ou não mentiu ?





Passos Coelho diz que caso haja implicações políticas do Governo "isso terá consequéncias"
O presidente do PSD reafirmou hoje que, se a comissão de inquérito ao processo PT/TVI apurar matéria que incrimine do ponto de vista político o Governo, "isso tem que ter consequências".

Vale a pena comentar ? Acho que não.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Dia de Portugal ...


José Sócrates apupado em Faro à chegada às cerimónias do Dia de Portugal

O primeiro ministro, José Sócrates, foi hoje apupado por algumas dezenas de pessoas em Faro no momento em que chegou para participar nas comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que decorrem esta manhã na capital algarvia.

Cavaco Silva reconhece "situação insustentável" e pede "contrato de coesão nacional"

O Presidente da República reconheceu hoje que Portugal chegou a "uma situação insustentável, defendendo o estabelecimento de um "contrato de coesão nacional", no qual cabe aos agentes políticos uma "especial responsabilidade".

Ena, que o homem falou !!!

Prefiro no entanto que seja CAMÕES a falar.



Eis aqui, quase cume da cabeça
De Europa toda, o Reino Lusitano,
Onde a terra se acaba e o mar começa
E onde Febo repousa no Oceano.
(….)
Esta é a ditosa pátria minha amada,
À qual se o Céu me dá, que eu sem perigo
Torne, com esta empresa já acabada,
Acabe-se esta luz ali comigo.
(…)
Lusíadas, III, 20.21

No mais, Musa, no mais, que a Lira tenho
Destemperada e a voz enrouquecida,
E não do canto, mas de ver que venho
Cantar a gente surda e endurecida.
O favor com que mais se acende o engenho
Não no dá a pátria, não, que está metida
No gosto da cobiça e na rudeza
Dhüa austera, apagada e vil tristeza.
Lusíadas, X, 145

Fazei, Senhor, que nunca os admirados
Alemães, Galos, Ítalos e Ingleses,
Possam dizer que são pera mandados,
Mais que pera mandar, os Portugueses.
(….)
Lusíadas, X, 152




Conto uma pequena história.

No Estádio Nacional em 10 de Junho de 1959, comemorava-se mais um Dia de Camões.
A juventude em fatos de ginástica animava a tarde, com exercícios físicos para as autoridades Nacionais e seus convidados de honra, poderem ver as nossas habilidades.
Estava um calor infernal.
Andava eu, há dias, acampado para os lados do Guincho, cheio de "larica", pois nunca fui bom em cozinhados.
Vivia a minha irmã mais velha em Lisboa e sempre preocupada com o rapaz que vira nascer e ajudado a criar.
Sem telemóveis nesse tempo, lá conseguíamos comunicar de outras formas e portanto sabia mais ou menos onde me encontrar.
Algumas vezes houve desencontros, mas esse dia, no meio de tanta gente, lá me conseguiu encontrar no Estádio Nacional.
Farnel composto de coisas boas, mas também de um arroz de ervilhas que não era dos meus pratos favoritos.
Olhei e fiquei um pouco desapontado, mas resolvi provar.
Delicioso !
A fome era tanta que achei o melhor manjar que me podiam ter dado.
Nunca mais esqueci esse arroz de ervilhas !!!

Aprendi que a ocasião ....